Tuesday, June 13, 2006

 

Pequena, sim mas sou gente

Eu tenho um pensar comigo,
Bem fundo, dentro do peito;
Porque vejo com triteza
Ninguém me tem respeito.

Eu bem sei que sou criança
Mas gente já sou também
Penso cá comigo mesma:
"Ou sou gente ou sou ninguém."

Certas vezes, se em conversa
Quero meter o bedelho
Brada logo toda a gente:
-Cale-se lá seu fedelho!

Sou pequena?!-E que tem isso?
Um dia serei maior;
Pequena, sim;mas sou gente:
Sou gente, sou, sim senhor.
P.Zamith

Comments:
Olá Traquinas!!
Não tenho palavras para este poema...està maravilhoso:)
Gostei muito.
Parabéns!!!
Continua assim.
Beijocas,
Cecília:))
 
Muito giro parabéns!
Mónica
 
Post a Comment



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?